Encantos e Paix§es«


 
 

Peguei um pano, linha e agulha ...
 

Queria bordar algo para você,
 

resgatar a menina prendada.
 

Descobri que não sei mais bordar,
 

os anos passaram, a falta de treino,
 

saiu tudo torto, pontos inseguros ...
 
 

O que me foi ensinado,
 

na cultura de ser mulher,
 

bordados, pontos e botões a serem pregados,
 

nada mais sei!
 
 

Pensei, decepecionei-me um pouco ...
 

Queria algo meu, feito por mim, para você ...
 

Mas, refletindo, descobri
 

que aprendi outros bordados,
 

pontos diferentes de vida, de querer,
 

pontos certos, certeiros, com certeza  e incertezas,
 

pensamentos construídos firmes,
 

outros ainda inseguros ...
 
 

Bordo sim!
 

Bordo a vida,
 

escolho cores, linhas e agulhas ...
 

Combino,
 

harmonizo,
 

pontos faço,
 

desfaço ...
 

Bordo a existência.